Actividades como jogos, brincadeiras, desportos colectivos e a aprendizagem de programação contribuem para o desenvolvimento da capacidade cognitiva das crianças. Isso é fundamental para que elas despertem competência que favoreçam a aprendizagem e, consequentemente, as preparem para o futuro.

A cognição consiste na capacidade de processar informações com o intuito de perceber as coisas ao seu redor, compreender como elas funcionam e interagem, além de responder adequadamente aos estímulos recebidos. Por fim, favorece a interacção da criança com o ambiente e o conhecimento de si mesma.

É preciso proporcionar os estímulos correctos para que os mais novos desenvolvam essa capacidade. Neste artigo, nós vamos explicar como podem fazer isso e também a importância, para os seus filhos, do desenvolvimento cognitivo.

A importância de desenvolver a capacidade cognitiva da criança

Durante toda a nossa vida, desenvolvemos a capacidade cognitiva, porque ela está relacionada com a aprendizagem. Então, conforme adquirimos conhecimentos, essa competência vai-se aperfeiçoando, mas tudo se inicia na infância. Passamos por estágios que acontecem em média numa determinada idade, sendo:

  • dos 0 aos 2 anos: sensorial-motor;
  • dos 2 aos 7 anos: operatório;
  • dos 7 aos 12 anos: operações concretas;
  • a partir dos 12 anos: pensamento hipotético-dedutivo e operações formais.

Em cada um desses momentos, a criança desenvolve e melhora competências que farão a sua capacidade cognitiva ser cada vez mais ampla. É importante trabalhar essa aprendizagem com os seus filhos para que eles desfrutem de vantagens como as que listamos a seguir.

Aquisição da linguagem

Para que a criança interaja com as pessoas ao seu redor, ela precisa de desenvolver a linguagem. Quando trabalhamos a capacidade cognitiva, ela descobre como se expressar, comunicando-se de forma adequada para se colocar em sociedade.

Estímulo à criatividade

Os estímulos oferecidos para que a criança desenvolva a sua capacidade cognitiva fazem com que ela conheça o mundo e o ambiente ao seu redor. Assim, ela adquire conhecimentos, percebe as relações de causa e efeito e aprende a ver as situações sob pontos de vista diferentes. Dessa forma, a sua criatividade é estimulada.

Aperfeiçoamento do raciocínio

Essa interacção com diferentes elementos, pessoas e campos de saber faz a criança perceber como as coisas funcionam e se influenciam. Ela vai-se deparar com pequenos problemas e, então, terá de encontrar soluções para eles. Assim, o seu raciocínio será aperfeiçoado.

Capacidade de resolver problemas

Confrontar as crianças com pequenos desafios é essencial para que desenvolvam a sua capacidade cognitiva. Quando se depararem com essas situações, é preciso que as crianças descubram formas e caminhos de contornar os empecilhos e chegarem ao resultado que pretendem. Sendo assim, aprendem a resolver problemas sozinhas.

Formas de estimular a capacidade cognitiva da criança

Listámos atrás apenas algumas das várias vantagens alcançadas com o estímulo da capacidade cognitiva da criança. Ela é fundamental para que os mais jovens tenham um desenvolvimento completo, pois é assim que amadurecem o seu pensamento e adquirem competências.

Para que possa proporcionar essa oportunidade aos seus filhos, vamos enumerar a seguir algumas formas de estimular a cognição.

Realizar actividades sensoriais

Actividades sensoriais são aquelas que envolvem elementos que estimulam os sentidos. Esse é o caso de trabalhar com cores, formas, texturas, sons, materiais e diferentes temperaturas. Desse modo, a criança percebe a diferença entre eles e os estímulos que cada um provoca no organismo.

Oferecer brinquedos educativos

Brinquedos educativos são aqueles que permitem à criança desenvolver competências básicas como a sua coordenação motora e a diferenciação entre formas, sons e cores. São desenvolvidos para diferentes faixas etárias, e oferecê-los no momento exacto estimula uma aprendizagem mais completa e a aquisição da cognição.

Estimular aprendizagens diferentes

Além dos conhecimentos que a criança adquire na escola, ela precisa de ter acesso a outras formas de aprendizagem. Esse é o caso da prática de actividades como os desportos colectivos e aquelas relacionadas com a arte. Além disso, é interessante que a criança tenha contato com o universo tecnológico, por exemplo através de cursos, uma vez que está inserida num mundo digitalizado.

Proporcionar o desenvolvimento da capacidade cognitiva da criança é da responsabilidade tanto dos pais como da escola. Afinal, é preciso associar as experiências sentidas nesses dois ambientes para que tenha diferentes oportunidades e, assim, desperte e explore o seu potencial.

Sobre a Happy Code

A Happy Code é uma escola de programação, tendo como missão formar pensadores e criadores do século XXI. Com uma metodologia de ensino baseada no conceito STEAM (“Science, Technology, Engineering, Arts and Math”), os cursos leccionados incidem sobre a programação de computadores, desenvolvimento de jogos e aplicações, robótica com drones, bem como produção e edição de vídeos para o YouTube.

Tendo como premissa de actuação os valores da responsabilidade, da confiança, da inovação e da consciência social, a Happy Code lecciona os seus cursos em centros próprios ou em escolas, empresas, municípios, projectos sociais, centros de estudo, ATLs, entre outros, estando já presente em várias zonas de Portugal.
Para saberes mais, vê os nossos cursos e segue-nos:

 face   insta   twitter    pint